Expansão do agronegócio no Brasil: diferentes discursos e dinâmicas socioeconômicas no Rio Grande do Sul

Palabras clave: Agronoegocio, Discursos, Desarollo, Indicadores socioeconómicos, Seguridad alimentaria

Resumen

Desde finales de la década de 1990, la expansión de la agricultura de commodities en Brasil ha generado cambios considerables en el uso de la tierra, determinando fuertemente las dinámicas socioeconómicas locales y regionales y generando diferentes interpretaciones al respecto. Este artículo presenta los diferentes discursos sobre los efectos locales de la expansión de este nuevo "ciclo del agronegocio" y analiza aspectos socioeconómicos relacionados en Rio Grande do Sul. Teniendo en cuenta el grado de participación de la producción de soja en las economías municipales del estado, se identifican indicadores socioeconómicos menos deseables en los municipios donde la soja es más relevante. Basado en el análisis de la evolución del uso de la tierra, el documento también examina en qué medida la expansión de los agronegocios en Rio Grande do Sul puede estar asociada con una mayor inseguridad alimentaria.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Referencias

ABRASCO (Associação Brasileira de Saúde Coletiva). 2012. Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Parte 1 - Agrotóxicos, Segurança Alimentar e Nutricional e Saúde. Rio de Janeiro: Abrasco.

AGEFLOR (Associação Gaúcha de Empresas Florestais). A indústria de base florestal no RS 2017. 2019. http://www.ageflor.com.br

Apublica (Agência Pública). 2019. “Coquetel” com 27 agrotóxicos foi achado na água de 1 em cada 4 municípios. https://apublica.org

Alves, Eliseu, Geraldo Souza e Evaristo Miranda. 2015. Nota técnica 10: renda e pobreza rural na região do Matopiba. Campinas: Embrapa. http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/104042

Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. 2018. http://atlasbrasil.org.br/2013

Bezerra, Juscelino Eudâmidas. 2008. Agronegócio e a nova divisão social e territorial do trabalho agropecuário formal no Nordeste. Dissertação de Mestrado em Geografia, Programa de Pós-graduação em Geografia, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza. http://www.uece.br/mag/dmdocuments/juscelino_bezerra_eudamidas.pdf

Brasil-MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). 2016. Renda das regiões produtoras agrícolas cresce o dobro da média do país. http://www.agricultura.gov.br/noticias

Brasil-MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços). 2018. Exportações brasileiras. https://bit.ly/2ODLoFW

Bolfe, Édson, Daniel Victória, Elisio Contini, Gustavo Bayma-Silva, Luciana Spinelli-Araujo e Daniel Gomes. 2016. “Matopiba em crescimento agrícola: aspectos territoriais e socioeconômicos”. Revista de Política Agrícola 25 (4). https://seer.sede.embrapa.br/index.php/RPA/article/view/1202

Buainaim, Antônio, Eliseu Alves, José Silveira e Zander Navarro. 2013. “Sete teses sobre o mundo rural brasileiro”. Revista de Política Agrícola 2. Brasília. https://seer.sede.embrapa.br/index.php/RPA/article/view/311

Campos, Christiane Senhorinha Soares. 2009. Pobreza e exclusão feminina nos territórios do agronegócio – o caso de Cruz Alta/RS. Tese de Doutorado em Geografia, Programa de Pós-graduação em Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. https://lume.ufrgs.br/handle/10183/21080

Caribé, Clóvis. 2009. Oeste da Bahia: modernização com (des)articulação econômica e social de uma região. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador. https://bit.ly/2qJx7Q6

Castillo, Ricardo, Denise Elias, Dimas Peixinho, Eve-Anne Bühler, Renato Pequeno e Samuel Frederico. 2016. “Regiões do agronegócio, novas relações campo-cidade e reestruturação urbana”. Revista da ANPEGE 12: 259-282. http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/anpege/article/view/6406/3359

Cerqueira, Eder. 2016. “Agronegócio x desenvolvimento: espaços estratégicos do agronegócio no estado do Tocantins e o Índice de Desenvolvimento Humano”. Revista Produção Acadêmica NURBA 2 (1): 5-32. https://bit.ly/37BTMhT

Colussi, Joana, Camila Alves-Castro e Claudete Weiss. 2015. “Expansão agrícola do matopiba e impactos no desenvolvimento social da região”. In Simpósio da Ciência do Agronegócio. Porto Alegre: CEPAN/UFRGS. https://bit.ly/2QML766

Cunha, Orlando Evangelista. 2008. Expansão da soja em Mato Grosso e desenvolvimento econômico no período de 1995 a 2005. 2008. Dissertação de Mestrado em Economia, Programa de Pós-graduação em Agronegócios e Desenvolvimento Regional, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá.

Delgado, Guilherme. 2012. Do capital financeiro na agricultura à economia do agronegócio: mudanças cíclicas em meio século (1965-2012). Porto Alegre: Editora da UFRGS.

Elias, Denise e Renato Pequeno. 2007. “Desigualdades socioespaciais nas cidades do agronegócio”. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais 9 (1). https://rbeur.anpur.org.br/rbeur/article/view/168

Estadão. 2011. “Agronegócio gera mais emprego e remunera melhor no Mato Grosso”, 25 de outubro. https://bit.ly/2DllCRn

Exame. 2011. “Os 10 novos polos do agronegócio”. Revista Exame. http://exame.abril.com.br/revista-exame

Folha de São Paulo. 2017a. “Indústria e expansão do agronegócio criam empregos no interior”, 23 de julho. https://bit.ly/37CSvHt

Frederico, Samuel. 2011. “As cidades do agronegócio na fronteira agrícola moderna brasileira”. Caderno Prudentino de Geografia 1 (33): 5-23. http://revista.fct.unesp.br/index.php/cpg/article/view/1933

Globo Rural. 2013. “Mapitoba vem sendo apontada como a nova fronteira agrícola do país”, 14 de abril. https://glo.bo/34n83Ne

Jornal Hoje. 2017. “Agronegócio muda a cara de muitas cidades no interior do Brasil”. http://g1.globo.com/jornal-hoje

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 2018a. Produção agrícola municipal: área plantada, área colhida, quantidade produzida, rendimento médio e valor da produção das lavouras temporárias. https://sidra.ibge.gov.br/tabela/1612

¬______ 2018b. Produto Interno Bruto dos municípios. https://bit.ly/2rmImhi

Megido, José. 2014a. “Do agronegócio para a agrossociedade”. Revista da ESPM 2. http://bibliotecasp.espm.br/index.php/espm/article/view/1408

______ 2014b. “Agrossociedade: a nova fronteira do agronegócio”. Revista da ESPM 3b. http://bibliotecasp.espm.br/index.php/espm/issue/view/97/showToc

Mondardo, Marcos. 2010. “A ‘territorialização’ do agronegócio globalizado em Barreiras - BA: migração sulista, reestruturação produtiva e contradições sócioterritoriais”. Revista NERA, Presidente Prudente 13 (17). http://revista.fct.unesp.br/index.php/nera/article/view/1355

Neder, Henrique Dantas. 2014. “Trabalho e pobreza rural no Brasil”. In O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília: Embrapa.

Oderich, Edmundo Hoppe e Paulo Waquil. 2019. “Municípios dependentes da soja no Rio Grande do Sul: aspectos demográficos e socioeconômicos”. Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul, Porto Alegre 33: 107-112. https://revistas.fee.tche.br/index.php/boletim-geografico-rs/article/view/4323

Pessoa, Vanira e Raquel Rigotto. 2012. “Agronegócio: geração de desigualdades sociais, impactos no modo de vida e novas necessidades de saúde nos trabalhadores rurais”. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo 37 (125): 65-77.

Pignati, Wanderlei e Jorge Machado. 2011. “O agronegócio e seus impactos na saúde dos trabalhadores e da população do Estado de Mato Grosso”. In Saúde do trabalhador na sociedade brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Fiocruz. https://bit.ly/33cql2w

Rodrigues, Sávio e Francisco Alencar. 2011. “Considerações sobre a apropriação do espaço maranhense pelo agronegócio da soja: a ideologia do desenvolvimento e a acumulação de terras na microrregião dos Gerais de Balsas”. Boletim Goiano de Geografia 31 (1): 27-40. https://www.revistas.ufg.br/bgg/article/view/15396

Romão, Lucília. 2006. “O discurso do agronegócio e a evidência do sentido único”. Revista Nera, Presidente Prudente: 1-13. http://docs.fct.unesp.br/nera/artigodomes/odiscursodoagronegocio.pdf

Rosa, Elizabeth, Marco Ruediger e Vicente Riccio. 2009. “Agronegócio e modernização da fronteira agrícola: uma avaliação a partir da análise de indicadores socioeconômicos de municípios selecionados”. In Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração. São Paulo: ANPAD. http://www.anpad.org.br/admin/pdf/APS2834.pdf

Zero Hora. 2015. “Especial Matopiba Tchê”. http://especiais.zh.clicrbs.com.br/especiais/zh-matopiba-tche

Publicado
2019-12-20
Cómo citar
Oderich, Edmundo, Lilian De Pellegrini Elias, y Paulo Dabdad Waquil. 2019. Expansão Do Agronegócio No Brasil: Diferentes Discursos E Dinâmicas Socioeconômicas No Rio Grande Do Sul. Eutopía. Revista De Desarrollo Económico Territorial, n.º 16 (diciembre), 141-58. https://doi.org/10.17141/eutopia.16.2019.4120.