ERVA-MATE, TRADIÇÃO E INOVAÇÃO: UM ESTUDO A PARTIR DOS SISTEMAS AGROALIMENTARES LOCALIZADOS

  • Leticia Andrea Chechi Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Paulo André Niederle Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Glauco Schultz Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Resumen

Os estudos que abordam as especificidades locais de produção e consumo têm sido cada vez mais frequentes, principalmente após um período em que as pesquisas se voltavam principalmente aos sistemas globais de produção. Neste sentido, este trabalho objetiva identificar e caracterizar as dimensões e objetos de investigação presente na abordagem SIAL, em duas regiões produtoras de erva-mate no sul do Brasil e a contribuição destas dimensões para compreender o surgimento de inovações em um setor que se mantém enraizado na tradição. Para isso, foram entrevistados 22 gestores de organizações processadoras de erva-mate e 13 agentes locais. Os conceitos mobilizados possibilitaram compreender que a tradição presente na produção, beneficiamento e comercialização da erva-mate não é contrária à dinâmica inovativa, mas se utiliza dessa característica para desenvolver inovações. Ainda, o histórico, a experiência técnica e a interação entre os agentes, através de estratégias individuais e coletivas, e com seu conhecimento tácito, promovem nas regiões produtoras de erva-mate uma dinâmica própria, conciliando tradição e inovação.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2016-12-30
Cómo citar
Chechi, Leticia, Paulo Niederle, y Glauco Schultz. 2016. «ERVA-MATE, TRADIÇÃO E INOVAÇÃO: UM ESTUDO A PARTIR DOS SISTEMAS AGROALIMENTARES LOCALIZADO»S. Eutopía. Revista De Desarrollo Económico Territorial, n.º 10 (diciembre), 79-93. https://doi.org/10.17141/eutopia.10.2016.2358.